Within Two Worlds

20120722-085247.jpg

Quando eu era pequeno gostava de deitar em frente á janela para olhar o céu, era fascinante acompanhar o movimento das nuvens naquela imensidão azul que ao anoitecer escurecia e se enchia de estrelas que também se moviam lentamente. Era intrigante e fascinante.

Nos dias de hoje, com tantas tarefas a fazer e a correria do dia-a-dia fica difícil pararmos para observar algo que está sempre ali em cima, que nos faz sentir pequenos elementos que fazem parte de um todo.

É esse sentimento que o vídeo abaixo da Goldpaint Photography me trouxe. As imagens foram capturadas com 7k em equipamentos da Nikon. Como um espetáculo de dança com uma excelente trilha sonora por Serge Essiambre, o vídeo nos conduz a observar o movimento do céu enquanto a terra baila por ele.

Coloque um bom fone de ouvido, relaxe e aprecie.

Within Two Worlds from Goldpaint Photography on Vimeo.

Fonte:fubiz

Leia Mais

Fotos de múltipla exposição

Há mais de 15 anos, não me lembro muito bem o ano, fiquei impressionado com uma foto que tirei em uma velha câmera da minha mãe. Eu estava em um zoológico em São Paulo quando vi um pavão virando em minha direção, sem nem pensar saquei a câmera e tirei a foto do bichano abrindo as penas. Mas a surpresa não foi essa, ao revelar as fotos, uma semana depois, justamente essa fotografia do pavão estava com o rosto da minha mãe ao lado parecendo um fantasma. Me explicaram que uma foto havia sido tirada sobre a outra no filme.

Esse tipo de coisa já “estragou” muitas fotos no passado, hoje com as câmeras digitais é bem mais difícil, eu diria quase impossível de acontecer. Quase, pois há como usar a tecnologia para fazer verdadeiras obras de arte com esse efeito, é o que propõe o designer e fotógrafo finlandês Chritoffer Relander. Confira abaixo o trabalho do cara e veja mais em seu blog.

 

Leia Mais